Memórias Póstumas de Brás Cubas

R$89.90

Publicado em 1881, escrito com a pena da galhofa e a tinta da melancolia, Memórias Póstumas de Brás Cubas é, possivelmente, o mais importante romance brasileiro de todos os tempos. Inovador, irônico, rebelde, toca no que há de mais profundo no ser humano. Mas vale avisar: há na alma desse livro, por mais risonho que pareça, um sentimento amargo e áspero.

Triste Fim de Policarpo Quaresma

R$79.90

Publicado originalmente em folhetim, em 1911, esta obra de Lima Barreto é essencial para compreender um Brasil que, embora buscasse criar uma identidade nacional para a recém-declarada República, trazia intactas muitas das características da antiga sociedade colonial. Esta edição, além de ilustrações de João Montanaro e apresentação de Criolo, contou com notas e ensaio crítico de Jorge Augusto (IFbaiano), pesquisador de Lima Barreto, além de texto da especialista em literatura negro-brasileira Fernanda Felisberto (UFRRJ) e um ensaio poético de Ferréz, expoente da literatura marginal no país.

Úrsula

R$79.90

O primeiro romance escrito por uma mulher no Brasil, uma mulher negra e nordestina, em nova edição com textos de Preta Ferreira, Conceição Evaristo, Fernanda Miranda e Régia Agostinho. Publicada em 1859 pela maranhense Maria Firmina dos Reis, a obra é um dos expoentes do Romantismo brasileiro e vem sendo resgatada de um período de mais de um século de apagamento no meio literário. Abolicionista, Maria Firmina desafiou a sociedade fortemente escravocrata de sua época e entrou para a história.