Machado de Assis

"Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito."

Machado de Assis (1839--1908) escreveu crônicas, contos, poesia, romances, matérias de jornal, peças de teatro, trabalhou em uma tipografia e foi funcionário público. Neto de escravos, negro, nascido na periferia, mesmo sem acesso à educação formal, percorreu um caminho raro de ascensão dentro da sociedade brasileira, antes mesmo da abolição da escravatura. Sua obra talvez seja um dos melhores caminhos para conhecer o homem que, sem nunca ter saído do Rio de Janeiro, alcançou a profundidade na literatura mundial, e a popularidade com que muitos artistas sonham.

Livros do Autor

Memórias Póstumas de Brás Cubas

R$89.90

Publicado em 1881, escrito com a pena da galhofa e a tinta da melancolia, Memórias Póstumas de Brás Cubas é, possivelmente, o mais importante romance brasileiro de todos os tempos. Inovador, irônico, rebelde, toca no que há de mais profundo no ser humano. Mas vale avisar: há na alma desse livro, por mais risonho que pareça, um sentimento amargo e áspero.