* FRETE GRÁTIS A PARTIR DE R$ 250 *

COMPARTILHAR:
  • 0 Items - R$0.00
    • Sem produtos no carrinho.
epistolar

Talvez você já tenha se deparado com o termo romance epistolar por aí, mas não saiba o significado.

A gente explica!

“Epistolar” vem do latim epistolaris, que significa relativo a cartas. Portanto, romances epistolares são livros que contam a história através de cartas entre os personagens, que relatam acontecimentos de suas próprias vidas.

A técnica literária também abarca a utilização de outras formas de comunicação escrita, como anotações em diários e matérias de jornais. 

O método é visto como uma forma de dar mais realismo ao enredo, já que os textos presentes nas cartas também fazem parte dele.

Alguns clássicos epistolares são:

  • Drácula, de Bram Stoker; que conta a história a partir de cartas, trechos de diários, relatórios médicos e recortes de jornais.
  • Os sofrimentos do jovem Werther, de Goethe; cujo personagem principal envia cartas ao narrador.
  • Frankenstein, de Mary Shelley; contado a partir das cartas do capitão Walton a sua irmã, relatando o seu encontro com Victor Frankenstein.
  • A cor púrpura, de Alice Walker; cuja personagem principal Celie escreve cartas para Deus.

Outros livros também são considerados epistolares mesmo quando eles não foram escritos usando a técnica propositalmente: é o caso de O diário de Anne Frank, por exemplo.

Foi um estilo muito popular durante o século XVIII e que continua sendo utilizado. Atualmente, com o surgimento de novas tecnologias, a técnica passou a incluir outros formatos, como e-mails, mensagens de texto e até posts em redes sociais.

Alguns exemplos são:

  • Carrie, de Stephen King; que conta a história de uma garota do ensino médio que adquire poderes mágicos.
  • As vantagens de ser invisível, de Stephen Chbosky; no qual Charlie escreve cartas como uma forma de lidar com seus sentimentos e problemas.
  • Daisy Jones & The Six, de Taylor Jenkins Reid; narrado pelas transcrições de entrevistas entre os membros da banda que acabou misteriosamente.

Qual é o seu romance epistolar favorito?

Leia também:

COMPARTILHAR:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *