* FRETE GRÁTIS A PARTIR DE R$ 250 *

COMPARTILHAR:
  • 0 Items - R$0.00
    • Sem produtos no carrinho.
Barbie_Blog

De volta aos holofotes por causa do lançamento do novo filme live-action, Barbie é a estrela de uma enorme filmografia. O universo cinematográfico que teve início em 2001 conta com a boneca protagonizando histórias com magia, fadas e sereias, animais falantes e muito cor-de-rosa.

Mas você conhece as obras que inspiraram muitos desses filmes? Vem conhecer!

O Quebra-Nozes, de E.T.A Hoffmann e Piotr Tchaikovsky

O primeiro filme da boneca, lançado em 2001, Barbie: O Quebra-Nozes é uma releitura do balé do compositor Tchaikovsky, que por sua vez adaptou o livro O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos (1816), do escritor alemão E.T.A. Hoffmann.

Uma curiosidade interessante é que as animações da Barbie contam com atores conhecidos e renomados no papel dos vilões. Em Quebra-Nozes, Tim Curry, de It e The Rocky Horror Picture Show, interpreta o Rei Rato.

Um conto de Natal, de Charles Dickens

Além de revolucionar a comemoração do Natal, a obra de Dickens também inspirou diversas adaptações. Uma delas é Barbie em A Canção de Natal (2008), protagonizada pela boneca mais famosa do mundo. Apesar de ter algumas mudanças, o enredo é basicamente o mesmo do livro: a protagonista mesquinha recebe a visita de três espíritos do Natal, que mudam a sua opinião sobre a data e o seu comportamento.

O Lago dos Cisnes, de Piotr Tchaikovsky

O filme Barbie: O Lago dos Cisnes (2003) também adaptou um balé clássico de Tchaikovsky. Lago dos Cisnes conta a história de Odette, que foi amaldiçoada e passa seus dias na forma de um cisne. Apesar do enredo ter sofrido mudanças em relação à história original, o filme tem várias das danças do espetáculo.

Os fãs de Friends talvez se divirtam ao descobrir que a atriz Maggie Wheeler, que interpreta a Janice na série, é a dubladora original da personagem Odila – que também chama a atenção com sua voz estridente.

O príncipe e o mendigo, de Mark Twain

Três filmes da Barbie são inspirados nesta obra de Twain, que conta a história de dois garotos que vivem vidas muito diferentes, mas que trocam de lugar por terem a aparência física parecida: A Princesa e a Plebeia (2004), A Princesa & a Popstar (2012) e Barbie Aventura da Princesa (2020).

O Mágico de Oz, de L. Frank Baum

O clássico de 1939, inspirado no livro de Baum, está em cartaz nos cinemas da Barbielândia em Barbie (2023), de Greta Gerwig. A diretora revelou em entrevistas que o filme foi uma grande inspiração para ela em relação tanto ao roteiro quanto à estética da produção.

Imagem do filme Barbie. A personagem anda de carro pela cidade e passa em frente a um cinema: em cartaz, está a foto da personagem Dorothy.
Os personagens de O Mágico de Oz estão em cartaz no cinema da terra da Barbie, em Barbie (2023).

As doze princesas bailarinas, dos Irmãos Grimm

A história das princesas é um conto de fadas alemão publicado na coletânea dos irmãos Grimm em 1815. O filme Barbie e as Doze Princesas Bailarinas (2006) é uma adaptação do conto, mas que sofreu mudanças de enredo significativas que garantiram o final feliz das princesas.

Dessa vez, a voz escolhida para a vilã do filme foi a de Catherine O’Hara, de Esqueceram de Mim e Beetlejuice: Os Fantasmas Se Divertem.

Os três mosqueteiros, de Alexandre Dumas

Uma por todas e todas por uma! é o lema das mosqueteiras do filme Barbie e As Três Mosqueteiras (2009). Inspirado no clássico de Dumas, o longa conta a história de Corinne D’Artagnan, que se muda para Paris para se tornar uma mosqueteira assim como seu pai havia sido. 

O ator Tim Curry volta a interpretar o antagonista do longa, desta vez interpretando Philippe.

Rapunzel, dos Irmãos Grimm

O conto de fadas da garota de longos cabelos foi uma das primeiras adaptações da boneca. Porém, Barbie como Rapunzel (2002) adiciona pincéis mágicos e dragões falantes à história já conhecida. Na versão original, quem dubla a vilã do filme é a atriz Anjelica Huston, que talvez você já tenha visto em filmes como A Família Addams e Convenção das Bruxas.

A Rainha da Neve, de Hans Christian Andersen

Em Barbie e As Sapatilhas Mágicas (2013), a bailarina Kristyn é transportada para um mundo mágico de balé, cuja vilã é a Rainha das Neves, inspirada na personagem do conto de fadas de Andersen. Curiosamente, a mesma personagem também inspirou a Elsa, de Frozen, e pode ter sido uma referência para a Feiticeira Branca das Crônicas de Nárnia de C.S. Lewis.

Você já sabia de todas essas referências?

Leia também:
COMPARTILHAR:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *